Organize suas finanças para a chegada do bebê

Ter um filho é um objetivo almejado por muitas mulheres, porém para que esse momento não perca todo seu encanto e se transforme em um “pesadelo” para o bolso, é essencial que os futuros pais se organizem e se planejem financeiramente.

Segundo a coordenadora do Investmania, Aline Rabelo, é imprescindível a realização de aportes mensais neste investimento e muita disciplina para não gastar as economias em outros fins.

Ao receber a notícia tão esperada, as mamães de primeira viagem devem começar a se preocupar com as lembrancinhas e com o enxoval, mas sem pressa ou impulso consumista. É importante não comprometer o orçamento doméstico para ter uma nova fase mais tranquila.

Dicas da coordenadora

– Esqueça o cartão de crédito e o cheque especial;

– Refaça seu orçamento doméstico e comece a separar uma quantia mensal para as novas despesas envolvidas com a chegada do bebê

Aline também dá algumas dicas práticas às mamães para que todos rituais desta fase possam ser cumpridos sem prejuízo às finanças pessoais:

Preparando o enxoval

Com as emoções à flor da pele, é muito fácil se apaixonar pela infinita quantidade de modelos de roupinhas de bebê disponíveis no comércio, mas pode ser bastante perigoso para as contas adquirir tudo o que vê pela frente.

– Não vá às lojas com muita frequência e, quando passear no shopping, compre somente o necessário;

– Antes de levar uma peça para casa, fique atenta à estação do ano em que o filho nascerá (aquela manta tão linda não vai ser usada no verão!);

– Lembre-se de que os recém-nascidos crescem rapidamente e perdem as roupinhas com bastante facilidade, portanto, qualidade e funcionalidade em detrimento à quantidade.

Chá de bebê

Convide os amigos e solicite fraldas e itens de primeira necessidade, como os de higiene. Ter bom estoque destes produtos é bem saudável para as finanças nos primeiros meses de vida do bebê, quando o consumo é bastante elevado.

Procure investir em recordações mais simples e customizadas. Se preferir, personalize com calma durante os nove meses de gestação. Certamente, elas terão um valor emocional bem maior.

“Com as contas em dia, com certeza a mamãe vai ter mais tempo para curtir o seu bebê. E para aquelas que ainda estão cogitando a ideia de ser mãe, começar a poupar é o primeiro passo para a concretização do sonho no futuro”, finaliza Aline.

Fonte: Portal Sempre Materna

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *